Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Cinco municípios ganham creche de R$ 1.6 milhão

Publicado em 17/12/2009 às 00:00 - Atualizado em 20/10/2014 às 13:29

Mais de R$ 7 milhões de investimentos em infraestrutura de educação infantil. É o que conseguiram os prefeitos da Amures na viagem realizada esta semana à Brasília para audiências com deputados e ministros. Por intermédio do deputado federal Cláudio Vignatti, cinco municípios foram contemplados com Centro de Educação Infantil com capacidade para mais de 120 crianças cada unidade de ensino.Os prefeitos de Campo Belo do Sul, Anita Garibaldi, Bom Retiro, Correia Pinto e São José do Cerrito, terão empenhados antes do final de deste mês, R$ 600 mil, correspondente a 50% do valor dos recursos para iniciar a construção das creches até abril. Ainda deverá serão ser contemplados no mesmo programa, Urubici, Cerro Negro, Palmeira, Otacílio Costa, Ponte Alta, Rio Rufino Urupema e Painel.“Só conseguimos dar andamento a esses recursos de forma coletiva porque fomos todos à Brasília. Se um prefeito isoladamente bater à porta de um ministério não é atendido. Mas em grupo a pressão é outra e os representantes do governo não tem como dizer não aos prefeitos”, justifica o vice-presidente da Amures, Janerson Delfes Furtado, o “Teba”. Segundo ele, o dinheiro para construção das creches é do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e atenderá a crianças da faixa etária de zero a seis anos.Além do valor de R$ 1.279.052,63 que cada município receberá para construir o Centro de Educação Infantil, o convênio prevê também mais R$ 400 mil para equipar as unidades de ensino com carteiras, cadeiras, armários e mobiliário. “O valor total desse convênio passa de R$ 1,6 milhão por município. Só isso já compensa o esforço dos prefeitos para ir à Brasília em busca de recursos”, comemora o prefeito de Bom Retiro, José Antônio Melo.Cada creche terá área de 1.118 metros quadrados e de acordo com o engenheiro civil Edésio Alexandre Júlio, que acompanhou os prefeitos na audiência no ministério da Educação, a contrapartida do município será apenas o terreno. Nos cinco municípios já contemplados com a unidade de ensino, 1.200 crianças serão atendidas, pois cada creche poderá atender a 120 crianças por período.A licitação das creches será feita em janeiro e a previsão é que estejam todas concluídas até final de 2010. Com 25% da obra executada, o governo libera mais R$ 300 mil e quando a obra estiver pronta mais R$ 300 mil, perfazendo a totalidade dos recursos.

Galeria de Imagens

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Arquivos