Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Comitiva de 14 prefeitos em busca de recursos em Brasília

Publicado em 17/08/2009 às 00:00 - Atualizado em 20/10/2014 às 13:29

Dos 18 prefeitos da região da Amures 14 confirmaram presença nas audiências e reuniões com a bancada parlamentar catarinense e gabinetes dos ministérios em Brasília, à partir desta terça-feira. A comitiva é a maior já mobilizada na Serra Catarinense e contará inclusive com a presença do secretário Regional Osvaldo Uncini. A missão dos prefeitos na capital federal será acelerar as liberações de emendas, convênios e recursos de projetos pendentes em diversas áreas.

A iniciativa de mobilizar os prefeitos em grupo foi do presidente da associação dos municípios, Renato Nunes de Oliveira. Ele vai liderar os encontros agendados e ajudar os prefeitos à garimpar recursos para os municípios. "O que nos propomos é uma experiência nova, atuando em grupo para aumentar a pressão e agilizar a liberação de recursos. Os interesses regionais são comuns e é responsabilidade de todos nós lutarmos pela região", justificou.

Prefeitos como de municípios como Capão Alto, Cerro Negro, Anita Garibaldi, São José do Cerrito e Urubici, por exemplo, têm projetos comuns. Como na Fundação Nacional de Saúde onde buscam R$ 3,5 milhões para implantar para construção de estação de tratamento de esgoto. Os projetos já foram protocolados e depende apenas do sinal verde do governo federal para que seja contratadas a execução das obras.

Projetos como construção de creches populares no valor de até R$ 1,6 milhão, também está na mira dos prefeitos. "Estamos correndo atrás desses recursos e já destinamos um terreno com três mil metros quadrados de área para implantar a creche", disse o prefeito de São José do Cerrito, José Maria Branco. A creche popular do Cerrito terá capacidade para 120 crianças.

Outro projeto de interesse regional é a construção da nova sede do Consórcio de Saúde. O prefeito Renatinho doou o terreno na área do antigo Vermelhão e o projeto foi executado pela equipe de engenharia da Amures. Nesta viagem o presidente do Consórcio, prefeito de Ponte Alta, Luiz Paulo Farias, tem audiência agendada com a senadora Ideli Salvatti para canalizar recursos federais ao empreendimento.

Nos ministérios do Turismo e das Cidades os prefeitos terão audiências para monitorar projetos com valor que oscilam de R$ 600 mil a R$ 1,5 milhão para obras de infraestrutura desde pavimentação de ruas até construção de Centro de Eventos. No ministério da Integração Nacional, onde foi protocolado decreto de situação de emergência devido à estiagem prolongada deste ano, os prefeitos querem confirmar a liberação de R$ 150 mil para construção de açudes, reservatórios de água e proteção de nascentes.

Ivo Bucaresky, chefe de gabinete do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc vai receber a comitiva de prefeitos para repassar informações sobre a usina hidrelétrica de Paiquerê. Também o coordenador do Instituto Chico Mendes, Rômulo Mello, terá audiência para tratar da unidade de conservação Corredor da Vida Silvestre do rio Pelotas.

A agenda dos prefeitos contempla ainda, uma audiência pública no Ministério da Educação para discutir sobre os critérios de retenção e partilha dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). A comitiva vai participar também, da sessão solene em homenagem aos 30 anos do Grupo RBS em Santa Catarina.

 Alguns dos pleitos dos prefeitos em Brasília: 

Bom Jardim da Serra: Rodovia dos Aparados da Serra no valor de R$ 10 milhões.

Palmeira: Construção de ponte no limite com Correia Pinto no valor de R$ 300 mil.

Urupema: Rede coletora de esgoto no valor de R$ 1,3 milhão.

Amures: Nova sede do Consórcio de Saúde no valor de R$ 1 milhão.

Lages: Marginais da BR-282  no valor de R$ 80 milhões.

São José do Cerrito: Rede coletora de esgoto no valor de R$ 3,5 milhão.

Capão Alto: Creche Popular no valor de R$ 1 milhão.

Cerro Negro: Recursos emergenciais de estiagem no valor de R$ 150 mil.

Anita Garibaldi: Recursos para infraestrutura no valor de R$ 600 mil. 

 


Galeria de Imagens

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Arquivos